x

Ó Pai Ó

2007. direção: Monique Gardenberg

O filme conta a história dos moradores de um animado cortiço do centro histórico do Pelourinho, em Salvador, Bahia. Tudo se passa no último dia do Carnaval, em meio a muita música, dança e alegria. Até que Dona Joana, uma evangélica, incomodada com a farra dos condôminos, decide acabar com a festa, fechando o registro de água do prédio.
Embora contenha um tom de comédia, este filme revela um lado desconhecido da cidade de Salvador, do seu carnaval e o contraste social inerente à cultura brasileira. Toca em assuntos como violência, drogas, mídia, preconceito e racismo.